Follow by Email

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Esse texto chegou por e-mail agora!

É muito verdadeiro e complementa o que eu coloquei na segunda postagem do blog, aqui.

Leia, reflita e tira suas conclusões.

Brasileiro reclama de quê?

O Brasileiro é assim:

A- Coloca nome em trabalho que não fez.


B- Coloca nome de colega que faltou em lista de presença.


C- Paga para alguém fazer seus trabalhos
.

1. - Saqueia cargas de veículos acidentados nas estradas.

2. - Estaciona nas calçadas, muitas vezes debaixo de placas proibitivas.

3. - Suborna ou tenta subornar quando é pego cometendo infração.

4. - Troca voto por qualquer coisa: areia, cimento, tijolo, e até dentadura.

5. - Fala no celular enquanto dirige.

6. - Usa o telefone da empresa onde trabalha para ligar para o celular dos amigos (me dá um toque que eu retorno...) - assim o amigo não gasta nada.

7. - Trafega pela direita nos acostamentos num congestionamento.

8. - Para em filas duplas, triplas, em frente às escolas.

9. - Viola a lei do silêncio.

10. - Dirige após consumir bebida alcoólica.

11. - Fura filas nos bancos, utilizando-se das mais esfarrapadas desculpas.

12. - Espalha churrasqueira, mesas, nas calçadas.

13. - Pega atestado médico sem estar doente, só para faltar ao trabalho.

14. - Faz
"gato " de luz, de água e de tv a cabo.

15. - Registra imóveis no cartório num valor abaixo do comprado, muitas vezes irrisórios, só para pagar menos impostos.

16. - Compra recibo para abater na declaração de renda para pagar menos imposto.

17. - Muda a cor da pele para ingressar na universidade através do sistema de cotas.

18. - Quando viaja a serviço pela empresa, se o almoço custou 10, pede nota fiscal de 20.

19. - Comercializa objetos doados nessas campanhas de catástrofes.

20. - Estaciona em vagas exclusivas para deficientes.

21. - Adultera o velocímetro do carro para vendê-lo como se fosse pouco rodado.

22. - Compra produtos pirata com a plena consciência de que são pirata.

23. - Substitui o catalisador do carro por um que só tem a casca.

24. - Diminui a idade do filho para que este passe por baixo da roleta do ônibus, sem pagar passagem.

25. - Emplaca o carro fora do seu domicílio para pagar menos IPVA.

26. - Frequenta os caça-níqueis e faz uma fezinha no jogo de bicho.

27. - Leva das empresas onde trabalha, pequenos objetos, como clipes, envelopes, canetas, lápis... como se isso não fosse roubo.

28. - Comercializa os vales-transporte e vales-refeição que recebe das empresas onde trabalha.

29. - Falsifica tudo, tudo mesmo... só não falsifica aquilo que ainda não foi inventado.

30. - Quando volta do exterior, nunca diz a verdade quando o fiscal aduaneiro pergunta o que traz na bagagem.

31. - Quando encontra algum objeto perdido, na maioria das vezes não devolve.

E quer que os políticos sejam honestos....

Escandaliza-se com o mensalão, o dinheiro na cueca, a farra das passagens aéreas...


Esses políticos que aí estão saíram do meio desse mesmo povo, ou não?

Brasileiro reclama de quê, afinal?

E é a mais pura verdade, isso que é o pior! Então sugiro adotarmos uma mudança de comportamento, começando por nós mesmos, onde for necessário!

Vamos dar o bom exemplo!


Espalhe essa idéia!


"Fala-se tanto da necessidade deixar um planeta melhor para os nossos filhos e esquece-se da urgência de deixarmos filhos melhores (educados, honestos, dignos, éticos, responsáveis) para o nosso planeta, através dos nossos exemplos...."







segunda-feira, 26 de setembro de 2011

10 coisas em 100 dias

A proposta surgiu a partir do blog "meu emagrecimento", com a lista "101 coisas em 1001 dias". Eu e uma amiga minha, a Elaine, achamos o máximo e decidimos copiar... mas nossa ansiedade é tão grande que esperar 1001 dias ia nos deixar loucas!!

Então, para iniciar a proposta e ver se vai dar certo, decidimos optar por 10 coisas em 100 dias, que vão coincidir com o término do ano!

É muito difícil pensar nas 10 coisas, e tem que ser coisas fáceis de mensurar, mas depois de muito fosfato queimado, consegui montar a seguinte lista:

  1. Praticar uma atividade física regularmente;
  2. Escolher as fotos do casamento;
  3. Arrumar o baú que está na casa do papai;
  4. Organizar meus arquivos e papeladas;
  5. Colocar roupas em dia: passadas, consertadas e doadas;
  6. Me cuidar (para esse item ser medido fiz uma lista particular de coisas que o preenchem);
  7. Poupança - guardar $$;
  8. Escrever um artigo por semana;
  9. Ir à Missa semanalmente
  10. Ir a um evento cultural por semana.
Vamos lá! Vou atualizando o dia-a-dia da lista! E, pra não perder o foco, ela vai ficar aqui do lado direito do blog!
Espero que eu consiga!! =D

p.s.: Esse post tá meio atrasado, os 100 dias estão vigentes desde 22/09 e vão até 31/12!

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Além do Horizonte


Muitas pessoas aproveitaram o Dia da Independência e a Semana da Pátria pra criticar tudo de errado que há no país. No Twitter, teve gente dizendo que "se o país fosse independente não precisaria desejar sair do país para ter uma vida no mínimo digna". Meus caros, o país está assim por culpa de vocês! Por minha culpa! Por culpa de cada um de nós!

É tão cômodo dizer que "os políticos são corruptos e por isso o país não vai pra frente", ou ainda "esse governo não faz nada"... Assim, reclamam ainda que faltam políticas públicas pra isso ou aquilo. Vamos partir primeiro pro óbvio: os políticos foram eleitos, certo? Por nós, certo? Ou seja, a culpa por serem eles os que estão lá é nossa! Lá no Oriente, em países que estavam sob regimes ditatoriais recentemente derrubados, quando a insatisfação do povo chegou ao intolerável, eles se uniram e mudaram a realidade do país! Enfrentaram o que foi preciso para mudar o que causava tanto descontentamento. Antes que haja qualquer má interpretação, não quero aqui incitar uma luta armada, quero apenas provocar uma reflexão sob algumas perspectivas diferentes!

Segundo questionamento: quem aqui de fato faz a sua parte? Quem acompanha os pleitos das Câmaras Municipais, Assembleias Legislativas, Câmara dos Deputados, Senado? Quem acompanha as propostas do seu candidato? Vou mais além: quem aqui ouve a Voz do Brasil??? Quem já acessou o Portal da Transparência? Quem busca informações fora dos grandes meios de comunicação, que muitas vezes já vem com opiniões e tendências "embutidas" nas reportagens? É interessante que nas redes sociais e na internet circulem inúmeras mensagens sobre projetos de Lei absurdos que tramitam nas Câmaras, todo mundo se revolta, encaminha, compartilha e mostra sua indignação. E? Alguém acompanha para ver se esta mobilização surtiu resultado? Aliás, alguém aí foi checar se tal projeto de lei realmente existe?

No dia 7 de setembro houve uma Marcha contra a Corrupção em Brasília e em outras capitais. No dia seguinte, no Twitter e no Facebook muita gente propunha um “boicote” aos meios de comunicação por terem “ignorado” a marcha. Honestamente, até a hora do almoço naquele dia eu vi três vezes na televisão reportagens sobre a marcha.

Terceiro questionamento: Levante a mão quem aqui nunca tirou proveito de nada! Nunca tentou furar uma fila, deu uma de "espertinho" no trânsito, sonegou um impostinho... Comece a observar, a maioria das pessoas, sempre que pode, tira proveito da situação para se beneficiar. Proporcionalmente, se esta pessoa estivesse lá no governo, será que ela resistiria a uma "propinazinha"?

A famosa frase “Cada povo tem o governo que merece” foi escrita por um monarquista francês no século XIX. Ele já acreditava que as falhas cometidas pelos governantes serviam quase que como um castigo para os que neles tinham votado. Ou seja, se nós, no cotidiano não vemos problema em gastar papel e tinta na impressora do trabalho para imprimir as 245 páginas daquele livro que baixou na internet, porque os nossos representantes veriam algum problema em pegar uns milhõezinhos?

As pessoas tem sim que colocar a boca no mundo, protestar, indignar-se e não acomodar-se diante da situação. Mas nós temos que repensar a forma de fazer isso, para que a situação de fato mude. De que adianta tanto barulho, indignação se, nas urnas, as mesmas caras, as crias delas, ou ainda artistas, esportistas e celebridades são escolhidas como nossos representantes? Cada um tem que entender que seu voto faz sim a diferença e lembrar que, antes de nós, quantos foram mortos lutando pelo nosso direito de votar? Vamos honrar esses que tiveram mais coragem que nós e valorizar a herança que eles nos deixaram. Vamos de fato planejar protestos e twitaços que atinjam nossos objetivos, que tenham resultados, que provoquem mudanças. Vamos enxergar o que está do outro lado do horizonte.

Olá, seja bem vindo ao Além do Horizonte!

A partir de hoje vamos falar um pouco de tudo, dar pitacos, opinar e achar.

Fique à vontade para comentar, eu vou adorar saber o que você pensa sobre o que eu estou escrevendo!

Pra começar, vou postar um texto beeeeem antigo, mas que tem muito a ver com a semana que se passou.

DUELO DE BRUXOS NO PRIMEIRO HALLOWEEN DO MILÊNIO

Por Cristiane Mancini e Camila Bittar

As bruxas estão à solta! Às vésperas do Halloween, os Estados Unidos, maiores cultuadores desse dia, sofrem com os poderes de um terrível bruxo: Osama Bin Laden.

Em vez de atacar com perninhas de aranha, asas de barata ou rabo de lagartixas, ele jogou dois aviões no caldeirão capitalista (Nova York). Em outra poção mágica, jogou um boing no símbolo do exoterismo – o pentagrama, cujas pontas formam um pentágono.

O resultado do feitiço foi um grave ferimento no coração e no cérebro do inimigo. Bush (bruxo-líder dos EUA), em vez de distribuir “gostosuras”, optou pelas “travessuras”(trick or treat?), causando várias explosões na masmorra do inimigo. Mas o bruxo Bin Laden tem mais um grande poder: o de desaparecimento sem deixar rastros.

Olhando em nossa bola de cristal, vimos que algum tempo atrás, o poderoso bruxo Bin Laden teve uma excelente formação (CIA), o que justifica a qualidade da sua magia.

As gerações futuras terão mais um capítulo a acrescentar à saga de Halloween: o Antraz, a versão malvada do Pó de Pirlimpimpim, seu mais novo e terrível feitiço.

Nesse duelo de bruxos, não sabemos quem vai vencer. Só sabemos que o mundo corre um grande risco de ser machucado, nessa luta do mal... contra o mal.

Coluna Blá-blá, Suplemento POP, de O Popular, em 01/11/2001.

Tivemos até a honra de uma ilustração do MarioSam!